The Diary of Ahadi

Anteriormente em The Diary Of Ahadi:


Dakota: Alguém jogou uma garrafa para nós.... - Dakota pega a garrafa e anda para trás - Seria ela? - Sussurrou para Chris.





Christini: Deixe-me ver - Dakota asselerou os passos até Chris e entregou a garrafa. Christini notou que dentro havia um papel e estava escrito alguma mensagem - Há um papel aqui dentro - Avisou Dakota assim que retirou o papel rapidamente. 


" A ÚNICA MANEIRA DE SAIR DA ILHA É ME AJUDANDO  - Ahadi "


------------------- ** --------------------
-- " - E então, vai ser assim? Só isso, não vai impedir meu pai ? Não quero que sofra por causa de mim Ahadi, entenda , meu pai só se preucupa com ele mesmo, e para ele , sou o bem mais precioso, mais não quero pessoas sofrendo por causa de mim!
- Amira, eu posso ter filhos!
- Mesmo assim, isso vai ficar na sua geração , e se isso acontecer, vou me sentir culpada para o resto da minha vida ... "--
------------------- ** --------------------
Dakota: Chris acorda logo, é urgente, nao lembro dos meus sonhos por muito tempo! 

Parecia que eu estava lá, foi estranho , sonhei com Ahadi ...

Dakota contou o sonho para Christini, e em um momento de reflexão o Diario abre rapidamente folheando-se.

Christini: É melhor você ver, está pela metade .
Dakota pegou o diario e olhou para a folha do dia ...
-------------------------------------------------------------------------------------------








30 de março de 2011 - 13:03

Dakota: Não acredito, precisamos de mais peixes.. - Diz com decepção. Pescar não era uma coisa lá muito divertida, ainda mais hoje, que apesar de estar um lindo céu azul e limpo de nuvens, o Sol estava extremamente forte, deixando desde a areia fina e branca da ilha quente demais e o ar abafado. - Mas não viveremos apenas de bananas, então...Vamos lá. - Continuou falando ainda em um tom desanimado, enquanto pegava a vara de pescar, que haviam feito por conta própria. 

Dakota percebeu que Christini não ouvira nenhuma palavra que havia dito. Sua amiga não dormira mais desde que a folha do dia no diário havia aparecido. Que não, não era como as outras. (Clique Aqui para ver a folha - Ep.07)

Christini: Hm ? - Pergunta à Dakota, assim que percebeu que a mesma a olhava. - Me desculpe, não entendi o que estava dizendo..

Dakota: É, eu sei. - Ela se aproximou de Chris. - Acorda, você não pode ficar aí, olhando para esse diário o tempo todo! - Insistiu.

Christini: Eu sei, eu sei, mas é que... Eu quero saber o que a folha de hoje significa. Sinto que estou chegando perto. - Dakota ainda a encarava - É sério! E não vou desistir. História, estudo...está tudo no meu sangue Dakota, sou uma arqueóloga, amo demais essas coisas e não consigo abandonar casos que parecem ser imposíveis de serem descobertos.

Dakota: Acontece que além de esse caso parecer, ou ser impossível, é também algo ...sobrenatural. Estamos falando de uma garota fantasma que quer nossa ajuda e se comunica através de um diário de 1488. - Respirou fundo - Olha, também quero saber o que está acontecendo, quero ir embora daqui. Eu só estava pedindo para que você não ficasse viciada nisso, nesse mistério. - Terminou em fim.

Christini: Ok, pode deixar. Mas... veja isto aqui - Disse apontando para a tal folha. Dakota se aproximou e observou o que Chris pedia. - São linhas...Pontilhados, e preste atenção, elas estão batendo nos nomes, então ligando-os... - Chris encarou Dakota, querendo saber se ela acompanhava seu pensamento. Dakota afimou. - Bem, eu acho que isso é a árvore genealógica da família de Amira. - Falou de uma vez. - A outra garota do seu sonho.

Dakota: É, até que tem sentido... - Estava pensativa - Então... Oba, é seu pai e...Logo à direita dele seria a mãe? - Perguntou para ter certeza.

Christini: Isso! Bem...Está no diário certamente porque a família de Amira devia ser bem próxima à da Ahadi... Ou até mesmo da mesma família, é difícil saber quando está incompleta a folha. Bem, era isso que eu estava raciocinando aqui, mas descobrirei mais coisas. - Levantou-se, deixando o diário sobre as cobertas que estavam sentadas.

Dakota: Certo, acredito nisso. - Sorriu - Agora vamos preparar o almoço... - Pegaram as varas e seguiram para fora da caverna.

O Sol fazia seus olhos ficarem semicerrados, caminhavam até o ponto de sempre e observavam os vários peixes alí .

Christini: Ok...- Mirou em um dos peixes - Isso vai demorar um pouquinho. - Riu. Sabia que era péssima em pesca, ainda mais com essas varas que haviam feito, versão homem-das-cavernas.
-*-
Uma hora depois de ficarem mirando e pegando os peixes, voltavam para a caverna, ou era o que pretendiam. 

Dakota: Estranho, já era para termos chegado. - Olhava ao redor, confusa - Será que enquanto pescávamos, saíamos do lugar e nem percebemos?

Christini: Não sei..Talvez. Mas... - Parou de andar e colocou a sacola com os peixes no chão, logo ao lado de seus pés - Não havia tantas árvores assim no caminho. - Olhou para trás. 

Dakota:...O que? Acha que estamos indo para o lado errado? - Era uma pergunta que incomodava, pois, além de se sentirem perdidas, não poderiam estar, já que sempre fazem o mesmo caminho quando vão pescar, que ocorre quase sempre. 

Estavam paradas, olhando para os lados, sem saber para onde ir.

Dakota: E então.? Talvez se continuarmos andando para este lado ... - Foi interrompida por Chris, que fizera um gesto para que Dakota ficasse em silêncio.

Christini: Está escutando? - Sussurrou . Sua amiga, não entendendo do que se tratava, apenas ficou em silêncio e tentava ouvir algo. Gritos. Não tinham certeza, mas pareciam que várias pessoas estavam gritando, pareciam que essas pessoas estavam realmente em perigo. O que fazer ? Pensavam.

Dakota: Temos que encontrar o caminho para a caverna. Somos as únicas na ilha, como estamos ouvindo outras pessoas? - Perguntou à Chris, que parecia estar se fazendo a mesma pergunta.

Christini:  Você tem razão. Bem, vamos continuar por este caminho aqui mesmo. - Pegou a sacola com os peixes e a jogou sobre o ombro esquerdo. 

Corriam, seguindo o mar, até que avistam o vulcão. Ele estava mais para trás das árvores. Seguiam falsas trilhas, mas que facilitavam a passagem entre as árvores. Os gritos estavam mais altos, estariam essas tais pessoas próximas à caverna? Por sorte, encontram a caverna, mas ela estava...iluminada. Havia duas tochas acessas, uma  de cada lado da abertura da caverna.

Dakota: Eu não vou entrar aí - Sussurrou para Chris.

Christini: Mas temos que saber o que está havendo! - Também sussurrava.

Dakota: Desculpa.. Não quero entrar. - Deu um passo para trás, ao contrário de Christini, que já caminhava para dentro da caverna. Dakota quis pará-la, mas assim que Chris colocou o pé dentro da caverna, Dakota desistiu de ir, estava apavorada.
-*-

Dakota ainda andava de um lado para o outro e Chris não voltara da caverna. Decidiu então entrar, mas alguém à empurra.

- Me desculpe! - Gritou o homem, que estava correndo e por acidente se trombou com ela.  Ele parecia pertencer a uma tribo, por causa de suas roupas. Quando se trombou com Dakota, ele havia caído e torcido o tornozelo, mas  continuou a correr. Automaticamente, para poder ajuda-lo, Dakota o perseguiu. Entraram entre as árvores, a mata começava a ficar mais fechada, até que ele é ferido por algo e caí sobre as pedras do chão.

Dakota: Meu Deus! - Dakota tentava ajuda-lo a se sentar.

-  Minha filha! Pegaram minha filha! - Dizia o homem. Não, ele não falava o mesmo idioma que Dakota, mas ela conseguia o compreender, sem alguma razão.

Dakota: Que? Quem é sua filha? O que querem dela? - Perguntava, mas o pobre homem continuava a dizer a mesma coisa. Ela  deixa o então se deitar e rasgando um pedaço de sua blusa, ela amarra no ferimento dele. - Vou trazer ajuda. - Disse rapidamente.

 Correu em disparada à caverna. O que não esperava era que as tochas acessas, haviam sumido. As enormes árvores que apareceram do nada, fazendo-as se perderem aquela hora, também estavam diferentes. Ou melhor, tudo estava como antes. Vê Chris sair da caverna e sem ao menos perguntar o por que da demora dela, a puxou pelo braço em direção ao homem. Outro choque. Não havia nenhum homem ali... Havia... Ossos.

Dakota: Meu Deus... O que houve aqui? - Gritou, se apoiando em uma das árvores, pensou que ia desmaiar.


Christini: Como achou esse esqueleto


Dakoa:Na verdade.. Ele me achou há dois minutos, quando estava vivo. - Estava pálida. - Ele procurava por sua filha... Alguém tinha a levado.


Christini: Bem.. - Seguiu em baixo tom - De uma coisa eu acho e outra eu tenho certeza...- Dakota a encarou com medo. - Acho que Ahadi, em vez de nos contar seu passado, quis nos mostrar o que houve em 1488. Isso e seu sonho, que como você disse, parecia que você realmente estivesse lá...E se você realmente estava lá? E se Ahadi tivesse te levado para lá, assim como agora- Sua voz começava a ficar rouca, não acrediava que iria dizer aquilo - Mas de uma coisa tenho certeza, se alguém levou a filha deste homem, sei quem é ele... Eu lhe apresento  Zuber - Encararam o esqueleto - Irmão de Oba e ... pai de Ahadi. Descobri apartir disso - Mostrou a metade de um papel para Dakota e sim, ela entendeu que aquilo era a outra metade, a que faltava . - Você não acreditaria se eu falasse quem me entregou isso...
------------------------>>>>>> Continua.

Categories:

7 Responses so far.

  1. Extraordinário e emocionante!!!! Amei!!
    Postem quando puderem, por favor
    Kisses

  2. Lifewear says:

    Ai, eu adoro isso meninas! Suspense... hahaha! :j A história, como todas, está perfeita!
    Postem logo!
    Beijinho de coco!

  3. Lifewear says:

    Selinhos pra vc!
    http://jemi-thewayiloveyou.blogspot.com/2012/01/selinho.html

  4. Lifewear says:

    Cadê vc, Anna? O que aconteceu? Todos os blogs estão desativados! Ahhh... eu tô morrendo por dentro! Não faz isso com a gente! BUÀÀÀ! Agora é sério... alguém tá sabendo de alguma dela? Como eu vou viver sem você?!:f

  5. Selinhos e tags: http://jemiandnileytruelove.blogspot.com.br/2012/03/tags-e-selinhos-feels-like-diwa-nao-se.html

  6. Oi! Há uma tag para vocês!

    http://dianaisabelpinto.blogspot.pt/2012/03/tag.html

    Bjs :)

    P.S - E postem logo! Adoro a história.

  7. Oi! Há selos para vocês no meu blog.

    http://dianaisabelpinto.blogspot.pt/

    Bjs :)

Leave a Reply